Atendimento: [18] 3821-8811
Faça sua consulta na Boa Vista SCPC
Para maior segurança, mantenha sua senha em sigilo, e em caso de mudança de operador solicite uma nova senha.

Artesp responde oficio da ACE Dracena sobre adequações no trecho da SP-294 com instalação de pedágios

Desde que a concessão de lotes de rodovias foi anunciada pela atual gestão do governo do Estado, João Dória (PSDB), com a previsão de instalação de sete novas praças de pedágios no Oeste Paulista, a diretoria da Associação Comercial e Empresarial de Dracena (ACE) tem acompanhado com preocupação – a instalação destas novas praças e como elas irão  impactar de maneira direta e indireta a microrregião de Dracena.

Desta forma, no dia 25 de março, o presidente da ACE Dracena, Luis Carlos Scaliante, se reuniu com membros da diretoria e empresários, na sede da instituição, com a finalidade de discutir os impactos da vinda destes pedágios para a cidade. Durante o encontro, os empresários fizeram oito apontamentos sobre os principais problemas apresentados em vários pontos da rodovia SP-294, na área pertencente ao município de Dracena.

As sugestões e contribuições foram discutidas e encaminhadas através de ofício para a Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo),  já que só poderiam ser apresentadas durante a fase das Audiências Públicas para serem analisadas e posteriormente atendidas pelo Governo do Estado. “Os empresários locais esperam contribuir com o Estado e também se colocam à disposição durante o andamento do projeto, para que desta forma, o impacto – seja de certa forma – amenizado perante aos usuários e a população dracenense aqui inserida”,  destaca o presidente da ACE”.

Resposta da Artesp

Com o objetivo de apresentar o novo lote de concessão de rodovias Piracicaba-Panorama, a Artesp promoveu cinco Audiências Públicas no Estado (São Paulo, Rio Claro, Bauru, Marília, Rancharia e Osvaldo Cruz)  onde os  técnicos da Agência esclareceram dúvidas sobre o lote e receberam  sugestões e contribuições, que foram analisadas para que o projeto possa ser adequado, conforme viabilidade. A resposta da Artesp para o ofício encaminhado pela ACE Dracena, aconteceu durante a Audiência Pública, realizada na data de 27 de março de 2019, em Marília, onde o Diretor Geral da Artesp, Giovanni Pengue Filho respondeu o  ofício nº 008/19, da Associação Comercial e Empresarial de Dracena.

Seguem os apontamentos dos empresários e resposta da Artesp

  • 1) Empresários solicitam adequações no trevo da avenida José Bonifácio principalmente na alça de acesso à rodovia –  de quem sai de Dracena, sentido à Panorama. Em resposta, o diretor da Artesp disse que “os estudos prevêem a adequação dos dispositivos com referência a intervenção especifica nesta alça de acesso (apontada pela ACE), e faz parte de todas as análises para demais complementações”.
  • 2) Adequações no trevo da avenida Washington Luiz (instalação de um acesso para adentrar na cidade) para motoristas que estejam no sentido Tupi Paulista/Dracena. Hoje somente há acesso através da entrada no trevo da José Bonifácio, e essa situação tem prejudicado e muito as empresas instaladas na avenida Washington Luiz e em consequência influenciando negativamente a economia local. A Artesp, disse que “os estudos prevêem adequação especifica na alça de acesso citada e será revisto dentro das análises técnicas”.
  • 3) Instalação de no mínimo três passarelas para pedestres no trecho de Dracena. A ACE justifica que devido a cidade ter vários bairros, condomínios residenciais e distritos comerciais e industriais já instalados às margens da rodovia SP-294, forma-se um grande fluxo de pessoas que tem que se arriscar diariamente para cruzar a via.  Em resposta, a Artesp disse que “irá anotar a contribuição e avalia o investimento para que possa fazer as adequações necessárias conforme a viabilidade no projeto”.
  • 4) Instalação de um trevo defronte a Unesp, no Km 651, da SP-294. Em resposta, a Artesp afirma que “como a inclusão deste pedido demanda um novo investimento, já fará parte dos estudos para ser verificada a viabilidade dentro do projeto”.
  • 5) Construção das marginais do lado direito – no trecho da Unesp até a Balança Rodoviária; e no lado esquerdo – iniciando na Balança Rodoviária até a Unesp no Km 651. Em resposta, a Artesp afirma que “estão previstas marginais em parte do trecho solicitado. Com referência ao restante do trecho mencionado será revista as análises técnicas para possíveis adequações conforme disponibilidade”.
  • 6) Solicitação de instalação de retorno no Km 640, da SP-294. “A Artesp irá avaliar por ser uma inclusão, a viabilidade técnica, econômica e jurídica deste pedido”.
  • 7) Instalação de um trevo entre os Kms 645 e 646, haja visto que muitas empresas já estão instaladas nesse local bem como acesso a vários bairros de nossa cidade. “No atual estágio do estudo há indicação de dispositivo em desnível neste local”, afirma a Artesp.
  • 8) E por fim, a ACE solicita a correção de uma cratera aberta há anos impedindo o trânsito na marginal José Dansieri, via de grande importância para utilização das empresas e bairros. Situação se prolonga e precisa urgente de uma solução eficiente e definitiva. “Reforçando a resposta, a recuperação de irregularidades nas vias e faixas de domínio faz parte das responsabilidades da concessionária”, encerra.

Desta forma, a Associação Comercial acredita ter contribuído e que estas reinvindicações possam ser realmente cumpridas pelo Governo do Estado e amenizar; a situação das empresas e comunidade que estão estabelecidas ao longo da rodovia.

Matéria produzida pela Assessoria de Imprensa da ACE Dracena

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seja um associado

Independente do porte e segmento da sua empresa, na ASSOCIAÇÃO certamente existe um benefício perfeito para você!